fbpx

Procedimentos de emergência para o condomínio

Incêndio, vazamento de gás e queda de energia no condomínio: saiba como proceder em situações de emergência
emergência no condominio

Emergências podem acontecer a qualquer momento. Morando em uma casa ou em um condomínio, ninguém está livre de passar por uma situação complicada. Um incêndio, um vazamento de gás, uma queda de energia… Não podemos dizer que essas são situações comuns, mas elas podem acontecer. 

É preciso estar informado e atento aos procedimentos que devem ser realizados em cada situação. Vamos começar o artigo falando sobre uma das emergências mais perigosas em condomínio: o incêndio.

Incêndio em condomínio

É obrigação do condomínio ensinar os moradores e funcionários a como proceder em caso de incêndio. A instrução é oferecer um curso, de preferência ministrado por um bombeiro, para que todos saibam o que fazer. 

Na iminência de um incêndio, saia imediatamente do apartamento. Não perca tempo buscando por objetos. Junte todos que moram com você e saia do prédio o mais rápido possível. Em casos de incêndio, sempre utilize as escadas e nunca os elevadores. Assim que você estiver em segurança, acione o Corpo de Bombeiros pelo número 193. 

Vazamento de gás central

Em casos de vazamento de gás central, é importante fechar o registro do prédio e esvaziar o local afetado. Caso muito gás tenha vazado, evacue o condomínio imediatamente. Em seguida, ligue para a distribuidora de gás ou, em casos graves, direto para o Corpo de Bombeiros.

Vazamento de água

Assim como o gás, a água também pode vazar e causar uma situação de emergência. É importante fechar o registro do condomínio imediatamente para identificar a causa e prosseguir com os reparos necessários.

Queda de energia

Se faltar energia, a primeira medida é conferir os elevadores para ver se algum morador está preso. Se este for o caso, chame a empresa de manutenção dos elevadores ou até mesmo o próprio Corpo de Bombeiros. 

É importante que o condomínio mantenha lanternas com baterias carregadas na portaria, além de possuir luzes de emergência em todos os andares. Enquanto não houver energia, o zelador deve abrir os portões manualmente para que os moradores entrem em casa. 

Elevadores parados

Se os elevadores pararem, nunca tente socorrer os moradores presos. Isso deve ser feito pela empresa que faz a manutenção dos elevadores ou pelo Corpo de Bombeiros. Se você não tiver experiência e tentar resgatar as pessoas, isso trará mais riscos para elas e também para você.

Brigas entre moradores

Engana-se quem pensa que é obrigação do síndico separar brigas ou resolver desentendimentos entre os moradores. O síndico deve apenas fazer valer a lei do condomínio caso algum morador a desrespeite. Contudo, caso a briga exceda os limites e a segurança dos outros moradores esteja em risco, o síndico deve chamar a polícia para intervir. 

Conheça os procedimentos de emergência

Conhecer os procedimentos de emergência caso você more em um condomínio é essencial. Se você for síndico, todas estas informações devem estar na ponta do lápis para serem utilizadas quando necessário e também para serem repassadas aos moradores. 

E falando em situações de emergência: você sabe o que é o AVCB? Sabe a sua importância para o condomínio? Se você não conhece esta sigla, confira o texto especial que a ETHOS Condomínios preparou para você!

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email