fbpx

Guia da boa comunicação no condomínio

Melhore agora mesmo (e de uma vez por todas) a comunicação no seu condomínio!
reunião de condomínio

Melhorar a forma de comunicação no condomínio é uma das principais preocupações de síndicos e administradoras. A boa comunicação deve existir entre síndico e condôminos e também entre os próprios moradores. Facilitar essa comunicação, diminuindo ao máximo os ruídos existentes, é dever do gestor. Para auxiliar nesse processo, a ETHOS Condomínios preparou este Guia da Boa Comunicação no Condomínio. Vamos dar uma olhada?

A comunicação deve existir sempre, ela nunca é desnecessária

É dever do síndico comunicar os moradores sobre qualquer alteração da rotina do condomínio. Mesmo que a informação pareça dispensável para você, pode ser que não seja para os demais. Faltou luz no condomínio? O elevador está parado? Envie um aviso aos moradores. Isso fará com que todos estejam bem informados e não haja a circulação de notícias falsas. 

Um grupo de WhatsApp pode ser uma boa ideia

Em geral, grupos de WhatsApp não são tão bem aceitos pelas pessoas. Por isso, é importante que essa ideia seja amadurecida com calma pelo síndico ou administradora do condomínio. Se for decidido pela criação de um grupo no WhatsApp, é imprescindível que as mensagens de participantes sejam bloqueadas, sendo permitido apenas ao administrador enviá-las. Isso fará com que o grupo seja apenas para recebimento de recados importantes. Outra dica importante é o síndico não participar do grupo, deixando a administradora encarregada das informações.

Utilize murais para recados importantes

O mural é uma solução rápida e prática para recados. Murais precisam estar dispostos em locais de fácil acesso a todos, e os recados devem ser claros e objetivos. Nos murais, podem ser expostas as regras do condomínio e também as novidades e avisos. Além dos murais, o elevador também é um bom espaço para recados importantes.

Uma abordagem mais pessoal

Nem sempre todos os assuntos do condomínio precisam ser tratados coletivamente. Alguns problemas podem e devem ser resolvidos em particular. Síndico ou administradora devem pensar com cautela antes de fazer cada abordagem. Se o assunto for pessoal e dizer respeito a apenas um morador ou família, opte por conversar de forma privada.

Vamos a um exemplo prático: um morador sempre fuma no condomínio, mesmo ciente de que isso é contra as regras. Todos os  moradores sabem disso. Opte por abordar o morador individualmente e converse com ele sobre o fato. Se ele não mudar a postura, aplique as sanções necessárias.

Reuniões e assembleias planejadas

As reuniões e assembleias de condomínio precisam ser bem planejadas no que diz respeito ao conteúdo e também ao dia e horário. Realize assembleias para debater assuntos importantes e lembre-se de redigir uma ata em cada encontro. Essa ata deve sempre ser assinada por todos os presentes. Escolha com cuidado o dia e horário desses encontros para que a maioria dos moradores possa participar. Depois dos encontros, comunique os ausentes sobre o que foi definido.

Fique de olho no blog da ETHOS

Administrar um condomínio não é uma tarefa tão difícil quando contamos com a ajuda necessária. Gostou deste artigo? Então continue acompanhando o nosso blog: lá você encontra uma variedade de informações importantes sobre a administração de condomínios. Até a próxima!

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email