fbpx

Quais as funções de uma administradora de condomínio?

Conheça as 4 principais funções de uma administradora de condomínio.
administradora de condomínios

Você já pensou em contratar uma administradora de condomínio? O número de condomínios que são gerenciados por administradoras específicas cresce diariamente e, neste post, você verá que contratar uma administradora para o seu condomínio pode ser uma grande vantagem. Veja por quê!

Principais funções de uma administradora de condomínio

A administradora de condomínio tem funções específicas em todas as áreas de necessidade dos moradores: financeira, de recursos humanos, administrativa e jurídica. Separamos as funções por tipos para que você possa visualizar melhor cada uma delas.

Funções de recursos humanos

Sejam grandes ou pequenos, todos os condomínios precisam de pessoas para o seu funcionamento. E é uma das funções da administradora de condomínio a gestão de todas as pessoas que prestam serviços, incluindo:

  • seleção, contratação e treinamento de novos colaboradores;
  • desenvolvimento de contratos de trabalho;
  • demissão e finalização de contratos de trabalho de colaboradores;
  • elaboração das folhas de pagamento;
  • gestão dos encargos previdenciários, conferindo se são pagos corretamente. 

Funções em gestão de finanças

A gestão de finanças talvez seja o motivo principal de os síndicos contratarem administradoras especializadas. Entre as funções envolvendo finanças, estão:

  • controle dos condôminos inadimplentes, inclusive efetuando as cobranças necessárias;
  • realização da prestação de contas e da previsão orçamentária para o ano seguinte;
  • elaboração dos demonstrativos de receitas e despesas;
  • organização e pagamento de contas mensais;
  • gerenciamento do fundo de reserva. 

Funções administrativas

As funções administrativas são as mais burocráticas. Elas precisam ser feitas mensalmente para que as tarefas não se acumulem e acabem virando uma bola de neve. Por isso, ao contratar uma administradora de condomínio, ela irá:

  • organizar a prestação de contas mensal e anual;
  • organizar todos os documentos que envolvem o condomínio e seus moradores;
  • emitir boletos para pagamento e providenciar a entrega;
  • cumprir obrigações fiscais e contábeis (regime tributário, cadastro de CNPJ, pagamento de tributos, entre outros).

Funções jurídicas

As questões jurídicas são bem difíceis de resolver, pois demandam conhecimentos específicos e tempo de estudo. Por isso, auxiliar o síndico com todo e qualquer tipo de ação jurídica que envolva o condomínio é também uma função da administradora. 

A administradora irá fornecer apoio, suporte e conhecimento em casos de inadimplência cobrados por via judicial e também em ações trabalhistas que possam vir a envolver o condomínio. O apoio de uma administradora é imprescindível para que problemas pequenos não tomem grandes proporções.

Vantagens de contratar uma administradora de condomínio

Contratar uma administradora de condomínio traz muitos benefícios para os moradores. Entre os principais, estão:

  • diminuição da inadimplência, pois as contas em aberto são cobradas, e também um maior controle dos boletos que o condomínio tem a receber;
  • auxílio especializado em questões financeiras, contábeis e jurídicas;
  • liberdade para o síndico cuidar de outras demandas do condomínio;
  • reduções em taxas bancárias, pois as administradoras conseguem melhores acordos;
  • redução em despesas gerais.

É importante ressaltar que contratar uma administradora de condomínio não irá excluir a necessidade da existência de um síndico. O síndico é quem irá gerir o condomínio diariamente e ele tem suas atribuições definidas que são diferentes das funções da administradora. 

Conheça a ETHOS

Se você está pensando em contratar uma administradora, antes conheça a ETHOS, gerenciadora de condomínios residenciais e comerciais. Estamos esperando a sua visita!

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email